Meu caminhar junto ao teu


Que as águas do mar ao sentirem tua chegada
O acolham lavando angustias e incertezas
Das feridas tirem a dor e o ardor
Que ao molharem seus pés
Passem ao seu corpo, toda força da natureza
Transformada em pura energia
Penetrando pelos seus poros
Levando a esse mar profundo
Todas as agonias.
Que a luminosidade do sol
Aqueça seu corpo cansado
Que o horizonte mostre enfim os caminhos
Que tanto tens procurado!,
E quando por fim
Você neles encontrar-se
Sinta todo meu amor e carinho
Dentro desse peito por mim tão amado
Que jamais estará sozinho
Sentindo o meu caminhar  sutil
A cada curva do caminho
Sempre unidos pela magia do querer
A delicadeza do proteger
E quando estiveres cansado
Terá meu colo como abrigo
E nessa mágica que se chama amor
Espíritos e corações unidos
Meu ‘eu’ fazendo parte do seu
Sentenciando o seu
A fazer sempre parte do ‘meu’.
 



Fanete Costa

                                                               


É proibida a reprodução total ou parcial do material contido
neste site sem a expressa autorização do autor.
Copyright©2012, Fanete Costa

Designer Fanete Costa                                                       Webmaster corcel negro®