Um guerreiro corcel negro.®




Vida minha!

Por quantas tempestades esse corcel tem ultrapassado?
Viver para ele é algo mais que dor, tristeza, recomeço
É galgar por caminhos tortuosos, de solidão e desafios
Sentindo  n’alma, superando, aprendendo a cada tropeço!


Vida!

Quantas lutas! Quais  provações  a mais ainda o esperam?
Desde pequenino saiu pela vida afora buscando respostas
Superou perdas, teve  ganhos, cresceu, a tudo sobreviveu
Hoje de cabeça erguida é quando mais guerreiro se mostra


Vida!

Inumeráveis decepções que abriram chagas ou arranhões
Não se pode precisar as tantas cicatrizes no corpo tatuadas
Mas passando o vento forte de cada  batalha travadas
Ressurge como fênix, reluzente e a galopar seguindo estrada


E é um puro sangue sem melindres, misturas, verdadeiro!
Quanto mais o conheço, mais admiro e por ele tenho apego
Me curvo diante desse arrebatador e magnífico corcel negro.®


Fanete Costa

                                             

É proibida a reprodução total ou parcial do material contido
neste site sem a expressa autorização do autor.
Copyright©2012, Fanete Costa

Designer Fanete Costa                                                Webmaster corcel negro®